Luz dá vida a ambientes da Casa Cor Paraná

Tecnologia LED reúne diversidade de recursos com apelo ecológico

A luz como complemento da decoração foi um dos destaques de dois ambientes da Casa Cor Paraná 2013. Usada como recurso para criar cenários aconchegantes e sofisticados, ela é aliada dos arquitetos na valorização dos espaços, ajudando-os a ressaltar detalhes que poderiam passar desapercebidos numa iluminação difusa e homogênea. No caso do projeto luminotécnico da arquiteta Simone Yared, da Interpam Iluminação de Curitiba, para o lounge, living e jantar da mostra, veja qual a intenção cênica na aplicação da luz por detrás da escolha da lâmpada LED como projeto eco sustentável.

Lounge Casa Cor Paraná 2014

O ambiente de76m², projetado pelas arquitetas Silvia Franzoni e Fernanda Cassou, compreende lounge na parte interna e hall externo com jardim. No lounge, o mobiliário contemporâneo e o uso de obras de arte foram valorizados pela aplicação escultural da luz através do uso de 22 metros fitas LED da linha Extreme da Golden na soltura do gesso, resultando numa iluminação indireta que dá aconchego ao ambiente. No total foram usadas 10 dicroicas modelo GU 10 da Golden, cujo facho concentrado e luz suave, de 2700 K, foi escolhida para destacar quadros e móveis. Como não produz calor, não emite raio ultravioleta nem infravermelho, não deteriora os objetos expostos. Além disso, com 6,5 W de potência, o produto é uma alternativa econômica frente à halógena de 50 W, proporcionando uma economia de energia de até 90% e durabilidade 15 vezes maior.

O predomínio de tons amadeirados é contrastado pela combinação de uso de espelhos e luz, que dão maior proporção e claridade ao ambiente. Para complementar a iluminação, também foram usadas 11 mini dicroicas Extreme LED de 3W da Golden para dar destaque ao revestimento da lareira e a alguns objetos decorativos. Para complementar a iluminação de destaque, também foi usada a AR70.

Este conjunto de soluções cria uma atmosfera de requinte e bem estar ao usuário, valorizando pontos que despertam o olhar do usuário.

Na área externa foram utilizados seis uplights, embutidos no piso que valorizam a parede de madeira, e spots PAR 20 para iluminar uma escultura.

Living e jantar

No ambiente clean criado pelas arquitetas Fernanda Moura Borio e Luciana Moura, a luz valoriza as linhas assimétricas e cria o contraste. No ambiente integrado de 28m² que reúne jantar e living, o destaque da iluminação fica por conta das solturas de luz assimétricas nos painéis desenhados na parede e nichos através de 58 metros de fitas de LED da Golden. Os painéis contrastam com o fundo de madeira e a luz lhes dá uma profundidade. Os quadros foram valorizados com a aplicação da dicróica GU 10 de 6,5W da Linha Extreme LED da Golden, tendo o mesmo tipo de lâmpada sido usado também para dar destaque à parede coberta de plantas. 

Nas prateleiras foram aplicadas mini dicróicas de 3W da linha Extreme LED da Golden, que possuem baixa geração de calor e não deterioram os objetos iluminados, além da AR 70 para iluminar os nichos dos copos e mesa de centro. 

Na sala de jantar a iluminação decorativa foi aplicada para dar um ar mais intimista, através de pendentes da linha Pressed Glass Light do renomado design britânico Tom Dixon com exclusividade para a Interpam Iluminação de Curitiba.

A escolha das fontes de luz LED na temperatura de cor 2700K e sua luz com cor quente contribuem para dar deixar o ambiente ainda mais aconchegante.

Ficha técnica
Projeto luminotécnico: Simone Yared da Interpam Iluminação.
Arquitetas: Fernanda Moura Borio, Luciana Moura, Silvia Franzoni e Fernanda Cassou.
Produtos: Lâmpadas Dicroica, mini dicroica e fita LED da linha Extreme e fontes da Lâmpadas Golden.